Estratégia do PSL | Sistema Costa Norte de Comunicação
|

Estratégia do PSL

estratégia do PSL para crescer será atrair deputados que foram eleitos por partidos que não atingiram as exigências da cláusula de barreira

26 de outubro de 2018 Última atualização: 09:53
Por Claudio Coletti

  A estratégia do PSL para crescer será atrair deputados que foram eleitos por partidos que não atingiram as exigências da cláusula de barreira. Essas legendas, em número de 14, não conseguiram 1,5% dos votos nacionais para Câmara ou não elegerem pelo menos nove deputados país afora. Por não atingir essas metas, não terão o acesso aos recursos do Fundo Partidário e ficarão fora do tempo de televisão e rádio até as eleições municipais de outubro de 2020.

         A legislação em vigor permite que os deputados eleitos pelas legendas barradas migrem para outros partidos sem ser acusados de quebra de fidelidade partidária.  No Senado, a situação para o governo é mais complicada. É tradição que o presidente seja indicado pela maior bancada, que vem a ser o MDB, com 12 senadores. A questão da futura Mesa do Senado vai ter que ser resolvida por meio de muitas negociações. É certo que o novo governo contará com o apoio da maioria dos 81 senadores.  O PT, com a eleição de 56 deputados na Câmara, já anunciou que fará uma forte oposição ao governo Bolsonaro, tanto na Câmara como no Senado.

Outras
Últimas Notícias