Vantagens e desvantagens de comprar um apartamento novo | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Comprar um apartamento novo ou um usado? Veja dicas
Comprar um apartamento novo ou um usado? Veja dicas Foto: Banco de imagem

Vantagens e desvantagens de comprar um apartamento novo

Apartamentos novos têm prós e contras que devem ser analisados muito antes da compra. Saiba mais

28 de outubro de 2019 Última atualização: 17:25
Por Henrique Gear SEO

Varanda gourmet, metragem dos sonhos e até mesmo uma rede de serviços à disposição: não faltam atrativos nos lançamentos imobiliários que pipocam pelas grandes cidades, mascomprar apartamento novo, recém-saído da planta, ainda tem gerado muitas dúvidas em quem está à procura de um lugar para chamar de seu. 

 Porém, a situação do Brasil não tem ajudado nos últimos anos. Desde 2014 a população brasileira tem sofrido com as oscilações políticas, econômicas e — atualmente — com o desemprego. Diante desse quadro sobram mais dúvidas do que certezas sobre qual a melhor decisão a tomar. 

Sonhe, pense e planeje 

Afinal, na lista dos brasileiros, a compra da casa própria ainda é considerada uma das maiores despesas e, com certeza, vai consumir alguns anos de trabalho e dinheiro. Algo em torno de 30 anos para pagar por um sonho. 

 Mas, antes de tomar uma decisão como essa, é preciso avaliar os impactos que isso poderá causar no orçamento, além dos prós e contras sobre comprar um imóvel novo. 

Vantagens do apartamento novo

Comprar um imóvel ainda na planta tem suas vantagens. Uma delas é na hora de negociar e escolher o tipo de financiamento que pode ser feito fracionado, uma parte com a construtora e a outra com o banco. Nesse momento também pode-se planejar o número, valores e quantidades de anos do financiamento. 

 Outra vantagem decomprar apartamento novo é a qualidade do imóvel a ser entregue. Muitos já vêm prontos para morar ou quase isso. Não havendo a necessidade de reforma ou de adequações do imóvel às novas normas de segurança na distribuição de gás, por exemplo. 

 Nesse caso, a infraestrutura moderna é um diferencial que o comprador tem de levar em conta ao adquirir um apartamento novo.  

 Em muitos casos, antes mesmo da entrega do imóvel, é possível fazer algumas mudanças na planta do apartamento e deixar tudo com a “cara” do proprietário. 

 E se a infraestrutura interna promove benefícios, a área externa do apartamento não pode ficar de fora desse pacote. 

 Uma rede elétrica e hidráulica nova e em boas condições, materiais de última linha e um bom acabamento tornam o valor do condomínio mais atraente aos moradores ou investidores. 

 Por ser um imóvel novo, preocupações e problemas com infiltrações, rachaduras, elevadores com defeito ou desatualizados, portões velhos e demais problemas relacionados à manutenção do condomínio demorarão a aparecer. 

 Sem contar que os novos projetos ainda trazem áreas planejadas com um bom aproveitamento dos espaços, adequadas ao estilo de vida dos tempos atuais e de acordo com as necessidades dos moradores de hoje, trazendo, assim, mais conforto e praticidade para o dia a dia dos compradores. 

 Um item que faz uma enorme diferença, mas poucos compradores se atentam, é o valor de revenda do imóvel. Quanto mais novo for o empreendimento, melhor! O investimento em um apartamento na planta tende a valorizar e chega a ser bem maior do que o da compra.   

Desvantagens

Não se pode fechar os olhos para as possíveis desvantagens quando se compra um apartamento novo.

Um deles reflete diretamente no bolso quando se fala em financiamento. Ele até pode ser uma boa opção quando se consegue condições atraentes. Porém, é preciso prestar muita atenção nas taxas, pagamentos intermediários e juros previstos para os anos de investimento. Caso contrário, o comprador pode pagar mais pelo imóvel e, ao término do parcelamento, perceber que pagou por mais de um imóvel.

Uma outra dica importante aqui é tentar evitar financiamentos muito longos, ou então, dar uma entrada pequena demais que venha a sobrecarregar o valor das prestações. Se for necessário, pode-se investir o dinheiro durante algum tempo e dar uma entrada maior. Lembre-se: a ideia é comprar uma casa e não acumular dívidas. 

Outro ponto importante é não ter a percepção de espaço enganada. Ao comprar um imóvel na planta, o comprador acaba por não ver — ou entrar — no apartamento para saber se as medidas do imóvel vão ou não satisfazer as necessidades e desejos listados, e acabam comprando um imóvel de proporções diferentes das imaginadas.

Isso acontece porque algumas construtoras mostram a planta em uma escala e os móveis em outra. Então, é preciso ficar atento aos detalhes e, no caso de dúvida, ter à mão a velha e útil fita métrica. 

Atrasos na obra podem refletir na data de entrega do apartamento e causar outros problemas para o comprador. Então procure acompanhar a evolução da obra e, ao menor sinal de atraso, reavalie suas opções.

Vale lembrar que, segundo permitido por lei, a construtora pode prorrogar em 6 meses a entrega do imóvel. Mas, em alguns casos, a entrega demora mais tempo, prejudicando a vida do comprador. Nesses casos, inclusive, pode ser necessária a intervenção judicial e até processos. 

Após analisar todos os itens propostos aqui, fica mais fácil escolher entre o melhor tipo de investimento e imóvel.

Comentários
37832
Outras
Últimas Notícias