Turismo para terceira idade: dicas e melhores destinos do Brasil | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Turismo para terceira idade: dicas e melhores destinos do Brasil
Foto:

Turismo para terceira idade: dicas e melhores destinos do Brasil

Separamos um pequeno guia com lugares pensados especialmente para os idosos

30 de março de 2020 Última atualização: 17:32
Por Henrique Gear SEO

É possível encontrar destinos com muita diversão para a terceira idade, sim! Já se foi o tempo em que os idosos não eram incluídos nos passeios: com o aumento da expectativa de vida, a busca por mais sociabilidade e acesso a melhores medicamentos, as pessoas vivem e querem viver sempre mais e melhor.

Como escolher, no entanto, o melhor destino? Quais são as opções mais interessantes para quem já está aposentado e quer passar por experiências novas e edificantes?

Neste artigo, falaremos sobre alguns dos destinos mais procurados pela terceira idade, explicando as vantagens e as indicações de cada um desses espaços. Confira!

Turismo para terceira idade: para onde ir?

A escolha de viagem deve levar em consideração o estilo de vida do viajante, não importa a sua idade: se a pessoa não tem o costume de fazer exercícios de impacto, não é legal visitar áreas onde a maior atração são as trilhas ou o passeio a pé pelas montanhas, certo? Com isso em mente, montamos uma lista bastante democrática. Veja-a abaixo.

Águas de Lindóia

Localizada a pouco mais de 180 km do centro da capital de São Paulo, Águas de Lindóia fica no chamado Circuito das Águas de São Paulo e tem diversos atrativos — como o fato de ficar a menos de 10 km da fronteira com Minas Gerais, o que costuma atrair os que gostam de turismo gastronômico.

Na cidade, é possível fazer ecoturismo — opção para quem tem um estilo de vida mais ativo! — mas, também descansar bastante: o ar é bem mais puro, há árvores por todos os lados, o clima não é quente demais e, à noite, é possível ouvir o som do silêncio, raridade para quem vive em metrópoles. Dicas para passear por Águas de Lindóia incluem:

  • - Visitar o Morro do Cruzeiro, um pico que separa a cidade em duas e permite uma visão linda dos seus morros, colinas e paisagem verde;

  • - Para quem gosta de turismo religioso e quer entrar em contato com o divino, visitar as igrejas Cristo Rei e Nossa Senhora das Graças;

  • - Passear pelos sítios e ranchos, para ver de perto o cotidiano dos trabalhadores, comer comida caseira e descansar,

  • - Separar um dia inteiro para ir ao Balneário Municipal de Águas de Lindóia, espaço que oferece massagens, piscinas de águas naturalmente quentinhas e jardins maravilhosos, criados por Roberto Burle Marx.

Tiradentes

Com uma população enxuta, de aproximadamente oito mil habitantes, Tiradentes é um lugar especial, tranquilo e feito para quem gosta de história, comida e bom papo. Uma opção legal é visitar a cidade em agosto, quando ocorre o Festival de Cultura e Gastronomia, e fora do verão, uma vez que costuma chover muito nessa época e algumas ladeiras podem ficar mais perigosas.

Existem várias coisas para fazer em Tiradentes:

  • - Para quem quer comprar artesanato, vale visitar o distrito de Bichinho, que fica em Prados, ao lado de Tiradentes;

  • - Um tour histórico deve incluir um passeio pelo centro, com passagem pelo Museu da Liturgia e pela Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Pretos;

  • - Desfrutar de pousadas com café colonial, queijo feito em casa e muito mais!

Holambra

A cidade das flores mexe diretamente com as emoções: com casinhas em estilo holandês, pintadas com cores diferenciadas, Holambra parece ter saído de um conto de fadas. O lugar das fotografias e da comida é o Boulevard Holandês. Para quem quiser comprar lembrancinhas, roupas e artigos de decoração, eis a nossa sugestão. Outros pontos turísticos incluem:

  • O Moinho Povos Unidos: um moinho tipicamente holandês — sim, é apaixonante vê-lo de perto! —, localizado em um parque lindo. É comum encontrar feirinhas, eventos e barraquinhas de comida, artesanato e afins por lá;

  • A prefeitura de Holambra: tem um jardim muito bonito, painéis pintados e muito ar puro,

  • O Recinto da Expoflora: abriga o evento de mesmo nome e é um dos principais cartões da cidade. Por lá, o visitante se sente ainda mais perto da Holanda — um ensaio para uma viagem mais longa, que tal?

Comentários
46464
Outras
Últimas Notícias