Paulistanos com reservas financeiras atingem maior nível em 3 anos | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Foto: Reprodução Internet

Paulistanos com reservas financeiras atingem maior nível em 3 anos

Um levantamento da FecomercioSP indica que 35,1% dos paulistanos que pagam financiamentos e prestações, têm alguma reserva financeira para honrar seus compromissos

02 de outubro de 2018 Última atualização: 14:17
Por Da Agência Brasil

Levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) aponta que 35,1% dos paulistanos com dívidas, ou seja, que pagam financiamentos e prestações, têm alguma reserva financeira para honrar seus compromissos em caso de imprevisto no orçamento. A pesquisa é referente ao mês de setembro e mostra que é o maior patamar desde abril de 2015.

Com o resultado positivo para as instituições financeiras, o índice de segurança de crédito dos endividados avançou 12,6% ao passar de 62,3 pontos em agosto para 70,1 pontos em setembro.

A parcela de paulistanos que pretende fazer uma compra financiada ou parcelada subiu pelo terceiro mês consecutivo em setembro. Houve alta de 1,2% ao passar de 43,3 pontos em agosto para 43,8 pontos, em setembro. Com isso, 21,3% dos paulistanos têm interesse no parcelamento nos próximos três meses.

Entre as aplicações, a poupança segue como a modalidade preferida dos paulistanos. Em setembro, 59,1% escolheram essa opção de investimento, alta de 1,7 ponto percentual em relação ao mês anterior e recuo de 4,7 pontos percentuais na comparação com o mesmo período do ano passado. A preferência pela renda fixa subiu 1,6 ponto percentual ao passar de 20,6%, em agosto, para 22,2%, em setembro. A renda variável recuou 1,2 ponto percentual, marcando 4,3% em setembro.

Últimas Notícias