Ilhabela: região sul terá mais 25km de rede coletora de esgoto | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Foto: Divulgação / PMI

Ilhabela: região sul terá mais 25km de rede coletora de esgoto

Obra beneficiará os bairros Julião, Praia Grande, Bexiga, Curral e Veloso

06 de dezembro de 2018 Última atualização: 11:36
Por Da Redação

O prefeito Márcio Tenório reuniu-se, na terça-feira,5, com a secretária de Meio Ambiente Maria Salete Magalhães e equipe, para definir a abertura de processo licitatório para instalação de mais 25km de rede coletora de esgoto na região sul. Com a obra, serão beneficiados os seguintes bairros: Julião, Praia Grande, Bexiga, Curral e Veloso. Os investimentos ultrapassam os R$ 23 milhões.


Esses novos 25km serão direcionados à ETE terciária (em que os poluentes são removidos da água),  a ser implantada na Praia Grande, cujo projeto encontra-se em fase de finalização pela concessionária desse serviço público. Logo depois, a prefeitura iniciará o processo de licenciamento ambiental.


Também está com 70% concluído, o investimento de 8km de instalação da rede coletora que atende do Piúva ao Ilhote, estimado em R$ 7 milhões. O esgoto coletado por esse sistema será destinado para a ETE da Feiticeira, que já está com o projeto em fase final de licenciamento na Cetesb. O valor necessário às obras provém de verba dos royalties, destinada desde 2017 pelo prefeito Márcio Tenório, em audiência pública, na qual foi definida o uso de 10% desse recurso para o saneamento.


Além dos 25km, haverá investimento em reserva de água com a ampliação de dois reservatórios: o do Green Park, na região central, de 50 mil para um milhão de litros, e do Sistema Pombo, no Bexiga, de 150 mil para dois milhões. A secretária Maria Salete Magalhães destacou: “Com planejamento, a administração está realizando grandes benfeitorias”.


Ao lembrar que as obras são esperadas pela população do sul da ilha há décadas, Márcio Tenório citou:  “Investir em saneamento básico é investir na qualidade de vida de nossa gente. Segundo a Organização Mundial de Saúde, cada R$ 1,00  destinado ao saneamento, representa R$ 4,00  economizado em saúde”.

 

Últimas Notícias