Com dois túneis totalmente escavados, duplicação da Tamoios tem 62% de avanço | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Com dois túneis totalmente escavados, duplicação da Tamoios tem 62% de avanço
Foto: Divulgação

Com dois túneis totalmente escavados, duplicação da Tamoios tem 62% de avanço

A construção da nova pista com túneis e viadutos tem como foco a união da engenharia e preservação do Meio Ambiente

01 de agosto de 2019 Última atualização: 17:19
Por Da Redação

Dentro do núcleo Caraguatatuba do Parque Estadual da Serra do Mar acontece a maior obra viária do Brasil. O verde da vegetação ressalta a construção de cerca de 20 km de túneis e viadutos da nova pista do trecho de Serra da Rodovia dos Tamoios. A obra da futura pista de subida apresenta mais de 62% de avanço e pode ser vista pelos usuários que passam pela pista de mão dupla do traçado atual.

A obra acumula inúmeros desafios, entre eles a preservação da reserva de Mata Atlântica da região. Engenharia e tecnologia são as respostas para essa construção, que resultará em uma viagem mais segura e confortável para os mais de 25 milhões de usuários que passam pela rodovia durante o ano.

Participe dos nossos grupos ℹ http://bit.ly/CNAGORA06 🕵‍♂Informe-se, denuncie!

Dos quatro túneis do projeto, dois já estão totalmente escavados, sendo um deles com 3,6 km de extensão. Do total dos 12 km de extensão dos túneis, 7 km estão perfurados. O maior túnel do Brasil, com 5,5 km de extensão também está na Tamoios e conta com cerca de 1,5 km já perfurado.

A obra, que teve início em dezembro de 2015, carrega títulos. Além de arquitetar o maior túnel brasileiro, a equipe também trabalha na maior Cortina Atirantada do país. Com uma altura de 30 metros, o equivalente a um prédio de 13 andares, a cortina é um muro de concreto no qual são colocados cerca de 1.400 tirantes horizontais com 34 metros de profundidade, criando um muro mais estável e prevenindo deslizamentos, já que cada tirante está tracionado em 120 toneladas.

Cortina atirantada
Cortina atirantada Foto: Divulgação
 

A preservação da exuberante Mata Atlântica na qual está inserida esta robusta obra é, de novo, ponto da união de tecnologia e da engenharia. O Cable Crane, utilizado pela primeira vez em terras brasileiras, foi a solução de preservação do equivalente a cinco campos de futebol de mata.  O teleférico é a ferramenta para construir o viaduto de 300 metros de extensão que ligará dois túneis. Viadutos já cruzam a pista atual e é possível ver a nova pista tomando forma.

Além do olhar técnico dos mais de 2.700 empregados da obra, o desenvolvimento da construção também é acompanhado pelo olhar atento das autoridades. Os deputados estaduais Letícia Aguiar e Sergio Victor estiveram nas obras para esclarecer dúvidas e acompanhar o avanço dos trabalhos. O Diretor Geral da Agência de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp) e membros do Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) também visitaram a duplicação.

Olhos atentos também para a preservação, missão da Concessionária Tamoios. O plantio de 450 mil mudas de árvores em pontos estratégicos de nascentes da região, permite a conexão de pontos fragmentados da Mata Atlântica, criando um corredor ecológico e restaurando a floresta.

34569
Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral