Ilhabela realiza primeiro mutirão de elastografia | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Ilhabela realiza primeiro mutirão de elastografia
Foto: Divulgação/PMI

Ilhabela realiza primeiro mutirão de elastografia

Em três dias de mutirão, foram realizados 67 exames, possibilitando que o paciente faça o tratamento e que os médicos possam acompanhar a evolução favorável do desfecho clínico

16 de janeiro de 2020 Última atualização: 16:12
Por Da Redação

Foto: Divulgação/PMI

Foto: Divulgação/PMI


A prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Saúde e do Ambulatório de Hepatologia da Santa Casa, realizou na última semana um mutirão de elastrografia com os pacientes de doença hepática crônica. O exame foi feito através da técnica de FibroScan, que avalia o grau de fibrose, de uma maneira não evasiva, sem a necessidade de realização da biópsia do fígado.


Participe dos nossos grupos ℹ bit.ly/CNAGORA8 🕵‍♂Informe-se, denuncie!


A ação com o aparelho FibroScan foi realizada em parceria com a empresa Echosens, através da Doutora Márcia Iasi, médica responsável pelo Ambulatório de Hepatologia. “Conseguimos essa parceria com a empresa francesa que detém essa tecnologia no mercado, para fazer os exames nos pacientes do SUS.


Essa tecnologia promove a avaliação em todas as etapas da doença hepática, possibilitando intervenção no que tange a prevenção das complicações, especialmente hoje que vivemos em uma sociedade com altos índices de obesidade e gordura no fígado”, explica doutora Márcia,destacando que o aparelho consegue avaliar não só o grau de gordura, mas também a fibrose do fígado.

Foto: Divulgação/PMI
 

Em três dias de mutirão, foram realizados 67 exames, possibilitando que o paciente faça o tratamento e que os médicos possam acompanhar a evolução favorável do desfecho clínico. A atividade não teve somente cunho assistencial, mas também de ensino, com a participação da equipe da Saúde de Ilhabela, coordenada pela enfermeira Isabele Tenorio, e pela coordenadora da Atenção Especializada, Gisela Bruder. “Além de ajudar os pacientes, nossos funcionários tiveram a oportunidade de aprender mais sobre o método na prática”, finalizou o secretário de Saúde, Gustavo Barboni.

Comentários
42311
Últimas Notícias