Bebê de dois meses morre em PAM da Rodoviária de Guarujá | Sistema Costa Norte de Comunicação
|
Bebê de dois meses morre em PAM da Rodoviária de Guarujá
Foto: Arquivo Pessoal

Bebê de dois meses morre em PAM da Rodoviária de Guarujá

Família alega negligência médica; instituição responsável pelas unidades de saúde da família na cidade, a Pró-Vida, apura as causas do falecimento

15 de março de 2019 Última atualização: 16:36
Por Da Redação

A bebê de dois meses Cloe Santos Martins morreu enquanto era atendida na Unidade de Pronto Atendimento Médico (UPA) Dr. Matheus Santamaria, em Guarujá, mais conhecida como PAM da Rodoviária. Caso ocorreu na manhã de quarta-feira, 13, e a família alega negligência médica.

De acordo com o boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada e no local encontrou a mãe da criança, que relatou que a filha havia passado mal e fora levada para o PAM, onde recebeu atendimento. Após receitar paracetamol e luftal, o profissional liberou a paciente para ir para sua casa. Ela relata que repetiu o mesmo procedimento por quatro dias: a criança passava mal, ia à unidade de saúde, era medicada e liberada.

No dia anterior a morte, foi solicitado o exame de infecção de urina, que segundo o depoimento de uma tia da bebê, postado em uma página da rede social Facebook, teve que ser refeito, pois não constava no sistema. Ainda de acordo com a familiar, na madrugada de quarta, a mãe voltou ao equipamento público, "e nada do exame. Chegando lá, eles (funcionários da UPA) tentaram achar a veia, perfurando por várias vezes. Deram um antibiótico na coxa, sem ao menos saber o que ela tinha. Em seguida colocaram na cama de repouso e deixaram por várias horas".

No B.O. a mãe conta que a bebê estava com muita falta de ar e que somente colocaram o aparelho de oxigênio na madrugada. A tia da criança informa que, em determinado momento, sua irmã viu que a bebe não chorava mais, estava pálida e só gemia. Para as autoridade, o médico relatou que a pequena apresentou-se gemente e sem forças para mamar, sendo que nas últimas horas houve insuficiência respiratória, resultando no falecimento.

Em nota, a organização social Pró-Vida, que administra 15 Unidades de Saúde da Família, inclusive o PAM da Rodoviária, informou que está abrindo uma sindicância para apurar as causas do falecimento de um bebê. 


Confira a nota na íntegra:

A Pró-Vida vem a público comunicar que está abrindo uma sindicância para apurar as causas do falecimento de um bebê, de dois meses de idade, ocorrido na manhã desta quarta-feira, dia 13, na unidade de Pronto Atendimento Médico Dr. Matheus Santamaria (PAM da Rodoviária). A criança deu entrada na unidade, na terça-feira, dia 12, apresentando um quadro de infecção urinária, segundo a equipe médica. Neste momento de luto, a Pró-Vida se solidariza e presta condolências à família.

29756
Últimas Notícias

Os melhores do litoral

Confira algumas das melhores dicas de todo o litoral